Quarta-feira, 25 de Junho de 2008

Pobres, honrados e literariamente apetecíveis

Da última crónica de Lobo Antunes ficou-me sobretudo o excelente título: "Crónica descosida porque me comovi". Uma crónica chamada "Crónica descosida porque me comovi" dá vontade de ler. O ponto do texto é que já não comprei. Aliás, começa verdadeiramente a cansar a ideia, demasiado difunda nas artes literárias, de que um padeiro vale mais humana e literariamente do que um economista. Frases como "O que sonhará um economista, a que brincava um gestor em criança?"  e  "Não conheço nenhum economista (...). Se conhecesse abria-lhe logo a tampa a fim de espiar o que traz na barriga: cartões de crédito, canetas caras, camisas por medida?" são demasiado primárias para alguém que se tem como "grande escritor" - e que, na minha opinião, ficará sobretudo pela rara qualidade de alguns dos seus textos mais curtos do que pela força da generalidade dos seus romances. Por mim, confesso, gosto tanto de Nelson Rodrigues quando fala de uma "grã-fina" como quando fala do desgraçadinho do bairro.  Um "grande escritor" (seja lá o que isso for) percebe que um banqueiro pode ser tão denso quanto um sapateiro. Que uma tia de Cascais pode ter labirintos mentais mais intensos e interessantes do que um calceiteiro de Alfama. Que essa coisa de julgar "artisticamente" as pessoas por condições sociais - e por praticarem ou não golfe - é um equívoco de principiante. E é sobretudo uma atitude superficial face à vida e às suas personagens, mais complexas do que a fatiota que lhes cobre os ombros.  

 

publicado por Nuno Costa Santos às 15:05
link do post
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Autores

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Últimos posts

Contra nós temos os dias

Do desprezo pela história...

É urgente grandolar o cor...

Metafísica do Metro

A Revolução da Esperança

Autores do Condomínio

Hipocondria dos afectos

A família ama Duvall

Notícias do apocalipse

Meia idade comparado com ...

Arquivo

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

Subscrever