Terça-feira, 10 de Fevereiro de 2009

divã, o terrível

Tenho tido sonhos estranhos, ultimamente. Há um, recorrente, em que dou por mim a correr pela colina relvada do ambiente do Windows. Corro sem destino. Não há vento, nem sol, somente ícones de programas que não sei abrir. A dada altura, apercebo-me dum ardor na canela direita, mas recuso-me a ver o que é. Corro ainda mais depressa, como se pudesse escapar à dor, mas ela não passa. Quando, finalmente, ganho coragem de olhar, vejo o Augusto Santos Silva a abocanhar-me o osso. É sempre assim. Depois, nunca me lembro do que acontece.

 

Noutro, sonho que acordo. Está um dia glorioso e salto da cama. Tomo banho e, quando enfrento o espelho para me barbear, paraliso ao dar-me conta de que sou o Vítor Constâncio. A minha mulher surge, então, no reflexo. Vem confortar-me como um abraço e esse momento traz alguma paz. Mas, quando a encaro para lhe falar daquela revelação terrível, apercebo-me de que casei com a Cândida Almeida.

 

E há muitos outros. Um em que vou mostrar os meus álbuns de fotografias às visitas e só lá estão fotos do José Maria Martins. O José Maria Martins em férias, o José Maria Martins na Eurodisney, o José Maria Martins na tropa, a primeira comunhão do José Maria Martins. Noutro, o Charles Smith incrimina-me. Noutro, estou a apresentar o livro de poemas do Gonçalo Amaral. Noutro, chego à caixa do supermercado para pagar e tudo o que tenho no cesto são porta-chaves com miniaturas do Mário Crespo. E muito mais.

 

Não farei qualquer esforço de psicanálise. Só quero dizer que tenho saudades do tempo em que todos os sonhos que recordava, de manhã, não envolviam mais que uma série de passes trocados com o Vítor Paneira, culminando num golo de cabeça meu, batendo um guarda-redes qualquer na final da antiga Taça dos Campeões. Acordava muito feliz.

publicado por Alexandre Borges às 02:13
link do post | comentar
5 comentários:
De Isa a 10 de Fevereiro de 2009 às 13:23
:-D que pesadelos horríveis, credo... mas a descrição é hilariante :-D
Bjs
De Maria das Mercês a 10 de Fevereiro de 2009 às 17:20
Se você ainda não sonha que é o Sócrates a tentar agarrar sacos do Freeport cheios de fatos Armani ou que é o Presidente da República naufragado num barril de pólvora a 50 milhas de Praia da Vitória... então ainda há salvação para si!
Post muito divertido e criativo!
De Alexandre Borges a 10 de Fevereiro de 2009 às 18:01
Obrigado, Isa e Maria das Mercês. Doravante, prometo não ler jornais para adultos antes de me deitar.
De A.Moura Pinto a 15 de Fevereiro de 2009 às 02:16
Um protesto: não entrou o Pacheco Pereira nisto. E ele que tanto se esforça para ser convocado. E está em forma.
Assim não vale!
Mas gostei, muito.
De Alexandre Borges a 16 de Fevereiro de 2009 às 00:54
O Costa Santos já lhe dedicara todo um bonito post obsessivo - só por isso o excluí dos meus sonhos. Mas obrigado, caro A..

Comentar post

Autores

Pesquisar

Últimos posts

Contra nós temos os dias

Do desprezo pela história...

É urgente grandolar o cor...

Metafísica do Metro

A Revolução da Esperança

Autores do Condomínio

Hipocondria dos afectos

A família ama Duvall

Notícias do apocalipse

Meia idade comparado com ...

Arquivo

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

Subscrever