Terça-feira, 15 de Julho de 2008

Ninguém me tira a t-shirt na praia

O Verão pode ser muito bom, muito agradável e mais isto e aquilo mas, para nós, gordos, é a mais sinistra estação do ano. Bem queremos fingir que não está calor e continuar a vestir umas calças compridas, umas camisas, uns pullovers jeitosos e uns casaquinhos mas, infelizmente, este calor infernal obriga-nos a tirar a roupa de que tanto precisamos. Digo bem: precisamos. É que com esta, lá vamos disfarçando as barrigas, o pescoço - ou melhor, os vários pescoços -, os tornozelos redondos e todos estes pedaços de corpo que astuciosamente vamos disfarçando com sapiência, filha de anos de petisquinhos consumidos com um amor que só os gordos nutrem pela comida.

O tormento começa ali por Maio quando olhando para as nossas rotundas formas pensamos que é tempo de não passar as vergonhas habituais de ver as t-shirts denunciarem o umbigo ou de parecermos uns pinguins a caminhar para o mar quando nos dispomos a refrescar. Pagamos a jóia do ginásio, contratamos um personal trainer e começamos a fazer ginástica como se não houvesse amanhã. Ele é saladinhas, águas medicinais, depuralinas – que pelos vistos eliminam os quilos de gorduras acumuladas – e passado um mês emagrecemos 235 gramas. Boa. Irritados por tanto esforço e pouco proveito vingamo-nos numas imperiais e uma feijoadinha e pronto lá pomos um quilinho mais. 

Se na cidade, as roupas que exibem a nossa obesidade já nos envergonham, a praia é um autêntico inferno.  Isto de ter a barriga a cair por cima dos calções, não é propriamente uma imagem adónica. Se a isso somarmos aquele andar à pinguim, fruto das malditas micoses estivais temos o espectáculo montado. É ver as malditas criancinhas a imitar o caminhar do Bucha - o amigo do Estica – quando vamos tomar banho. 

O gordo devia ir de férias no Inverno, o que tem de ir no Verão vem mais cansado e deprimido do que se tivesse trabalhado 10 anos consecutivos.

 

publicado por Pedro Marques Lopes às 02:00
link do post | comentar
4 comentários:
De Joanina a 15 de Julho de 2008 às 16:53
Caro Pedro, eu estou 100% solidária contigo!! Desde que me conheço como gente que travo uma batalha, (inglória) com o meu peso (a mais). Sei de cor todos esses sentimentos (estivais) que descreves...
Bj da Jo
De Xiquinho a 21 de Julho de 2008 às 01:16
Eu estou cá com uma pança que não lembra ao menino Jesus. Mas isso não é razão para ir para a praia e desatar a pensar no que os outros pensam ou se estou a ser observado. Pelo contrário, tenho em orgulho em mostra-la, enquanto, juntamente com os meus camaradas, damos cabo de uma ou outra gradezita de Mines. Isto sim dá gosto ver. Ir para a praia comer ameixas enquanto o magrinho manda abaixo uma sandes rica?! É que nem pensar!
De Ana Cristina Leonardo a 22 de Julho de 2008 às 01:32
«As praias naturistas estão a ser completamente invadidas por têxteis. Na semana passada, no Meco, 80 por cento dos frequentadores eram têxteis. De certa maneira, isso inibe o aparecimento de novos nudistas», contou Rui Martins, acrescentando que os nudistas não estão contra os têxteis, mas sim «contra alguns abusos de pessoas que não são nudistas e adoptam comportamentos exibicionistas ou vão para a praia com intuitos menos próprios».
Lido por aí.
De rita maria a 25 de Julho de 2008 às 09:36
Grande post!

Comentar post

Autores

Pesquisar

Últimos posts

Contra nós temos os dias

Do desprezo pela história...

É urgente grandolar o cor...

Metafísica do Metro

A Revolução da Esperança

Autores do Condomínio

Hipocondria dos afectos

A família ama Duvall

Notícias do apocalipse

Meia idade comparado com ...

Arquivo

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

Subscrever