Sexta-feira, 25 de Abril de 2008

Eu tenho um amigo

Todos temos um amigo. Um está no desemprego e a namorada abandonou-o. Outro é hiper-activo e nos restaurantes derruba o copo em cima da amante do terceiro amigo, um quarto fala quando não deve, há mais um que nos pede dinheiro emprestado dia sim dia não - e ainda há aqueles nos telefonam sempre mesmo que nunca lhes telefonemos de volta.

Um amigo, pelo menos, toda a gente tem.

 

Mas há um amigo que é especial. É o "Eu tenho um amigo". O "Eu tenho um amigo" de quem dizemos - a outro amigo - "Eu tenho um amigo que não resiste a roubar os trocos das máquina do tabaco". Ou "Eu tenho um amigo que se sente atraído pela cinquentona que por acaso é sogra dele".  Ou "Eu tenho um amigo que sofre de ejaculação precoce".

Todos temos um amigo.

 

Este amigo é-nos muito querido. Antecipou-se aos nossos possíveis problemas, sofreu-os por nós - o que além de uma tremenda demonstração de humanidade, nos incumbe de uma responsabilidade que nos torna melhores, mais humanos.  

Temos de sossegar esse amigo, porque o mundo compreende-o. Nós não (por vezes até o detestamos e aos seus problemas), mas o mundo sim. Nunca ninguém, ao interceder a favor do seu amigo dizendo "Eu tenho um amigo que", ouviu um "Que imbecil, esse teu amigo". As pessoas condoem-se, em particular porque também têm amigos assim:

 

"Queria falar-te de uma coisa. Eu tenho um amigo que sofre de ejaculação precoce".

 

"Epá, errr, eu, hmmm, também tive um amigo assim. Mas aquilo passou com o tempo".

 

(Hão-de notar que as pessas que ouvem um amigo dizer "Eu tenho um amigo que"  não têm um amigo na mesma condição - tiveram.)

 

Todos temos um "Eu tenho um amigo". Vamos construindo com ele uma longa e terna dependência. E um dia, quando esse amigo morrer, nós ficaremos tão tristes que morreremos com ele.

E haverá alguém, num restaurante qualquer, a dizer:

"Eu conhecia um tipo que fumava como um cavalo e sofria de ejaculação precoce e morreu de velho. Bom tipo", dirá esse alguém, enquanto acende mais um cigarro, pensando no medo da morte que o seu "Eu tenho um amigo" sofre por ele todos os dias. 

É esse "Eu tenho um amigo" que carrega a vida inteira as vergonhas, a culpa e os maiores terrores de todos. E a ele é raro darem-lhe um abraço ou cantarem-lhe os parabéns.

publicado por João Bonifácio às 01:51
link do post | comentar
10 comentários:
De isa a 25 de Abril de 2008 às 02:34
Esse papel só desempenha quem quer, enquanto quer, felizmente.
é o amigo que se lembra, não o que é lembrado. e esse desequilíbrio é só mm pra quem quer...
Anyways, Bela posta!
De Joanina a 25 de Abril de 2008 às 02:36
Eu, por acaso, não tenho um amigo!!!... Mas tenho uma amiga que... Não !, não sofre de ejaculação precoce!!! :)) Mas também tem os seus problemas, e quando morrer, eu também morrerei com ela, e por ela!... Eu tenho uma amiga! Jo
De m. a 25 de Abril de 2008 às 03:16
:)
De BLOGSAPO a 25 de Abril de 2008 às 11:54
Olá, divulga e visita o meu blog: www.blog_real.blogs.sapo.pt
De susu a 25 de Abril de 2008 às 23:42
AI! Se pelo menos esse amigo era real!! ;) Abraço
De PR a 26 de Abril de 2008 às 08:54
http://suckandsmile.blogspot.com/2008/04/o-cinema-e-o-teatro-infantil-so.html
Bom fim de semana.
De Pemi a 26 de Abril de 2008 às 13:35
Por aqui ainda não tinha passado ,mas gostei.
Acho que na realidade todos nós temos "um amigo/a que...!

Felicidade
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Por aqui ainda não tinha passado ,mas gostei. <BR>Acho que na realidade todos nós temos "um amigo/a que...! <BR><BR>Felicidade <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Pemi</A>
De Marlon Brandão a 27 de Abril de 2008 às 20:47
Eu tenho um amigo que não tem amigos nenhuns, coitado.
De jose carlos a 27 de Abril de 2008 às 22:07
Conhecidos temos muitos mas amigos temos poucos, a definição de amigo é mais complexa do que se pensa. Mais vale um amigo na mão do que dez conhecidos a voar......
De N. a 28 de Abril de 2008 às 11:00
não sei, há quem escuse esse amigo e diga claramente Sou aos melhores amigos.
Eu, sem conhecer bem o 'amigo' era capaz de jurar que o 'amigo' é desses.

(o 'amigo' escreveu bem, a malta é que lê depressa. Mimos da moura ;-))

Comentar post

Autores

Pesquisar

Últimos posts

Contra nós temos os dias

Do desprezo pela história...

É urgente grandolar o cor...

Metafísica do Metro

A Revolução da Esperança

Autores do Condomínio

Hipocondria dos afectos

A família ama Duvall

Notícias do apocalipse

Meia idade comparado com ...

Arquivo

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

Subscrever