Terça-feira, 13 de Março de 2012

ai o soninho

Ai o que me irritam as senhoras e cavalheiros que dizem gostar muito de dormir. O que me abespinha o ar preguiçoso e presumido dos amantes do sono. Aquelas boquinhas a abrir acompanhadas duma simulação de pancadinhas nos mórfios lábios como se estivessem a reter o amado soninho mexem-me com o sistema nervoso, alteram-me o ritmo intestinal, causam-me cáries, provocam-me hemorróidas.

Quem diz que gosta de dormir é uma besta, pronto. Não me abespinharia muito com a cretinice se o cidadão amante do sono acompanhasse a sua declaração de amor com um pequeno peido e suspirasse “gosto tanto de fazer cocó”, ou acariciasse o respectivo órgão do aparelho urinário e, com um arrepiozinho, manifestasse o seu amor por uma vigorosa urinadela, ou soprasse nas unhas para anunciar ao mundo o que gostava de cortar as ditas, ou que achasse importante comer para não morrer à fome, ou beber para não morrer à sede, ou ter roupa quando está frio, ou de ter um isqueiro quando quer acender um cigarro. Pronto, a criatura estaria numa fase de redescoberta das coisas que permitem a qualquer animal de duas patas manter-se vivo (sim, alguns de nós precisam de cigarros para viver sem estar a pensar de dois em dois minutos em suicídio). Não é que deixasse de ser um redondo imbecil e me não estivesse a fazer pensar que as máquinas de tortura medieval foram abandonadas antes do tempo, mas, enfim, todos temos de aturar uns discursos idiotas de tempos a tempos.

Como sou uma alma caridosa, sempre disposta a ajudar o próximo, mesmo que o próximo me dê vontade de lhe encher a cama de urtigas a ver se dormia melhor, vou sugerir uma mezinha aos amantes do sono: 2 Kainevers de manhã e outros dois à noite. Dormiam vinte e três horinhas, o que deve ser uma espécie de Nirvana para eles, e, de caminho, não me massacravam a úlcera.  

publicado por Pedro Marques Lopes às 00:01
link do post | comentar
1 comentário:
De Sílvia a 24 de Março de 2012 às 18:36
Aposto que logo a seguir ao post foi dormir. Por isso tem o soninho em dia. Muito bem. Pena isso da úlcera. Menos preocupações (com o sono dos outros também) ajudam, dizem.

Comentar post

Autores

Pesquisar

Últimos posts

Contra nós temos os dias

Do desprezo pela história...

É urgente grandolar o cor...

Metafísica do Metro

A Revolução da Esperança

Autores do Condomínio

Hipocondria dos afectos

A família ama Duvall

Notícias do apocalipse

Meia idade comparado com ...

Arquivo

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

Subscrever