Quinta-feira, 1 de Março de 2012

Atenção! Anda um homem à solta.

Deambular pela cidade não é uma acção absolutamente livre. Estamos sempre condicionados por alguma coisa: um percurso habitual, a familiaridade das ruas ou a simples preguiça. Assim o é, também, nas conversas. Sentimo-nos condicionados pela existência de uma narrativa, pela necessidade da coerência e por temas definidos e perfeitamente separados.

 

Pois eu sou a favor da anarquia dos passeios e das conversas. Porque para a contemplação e para o campo das ideias não deve haver limites. Há mundos a desbravar para além do aceitável, do acessível. Há que pular o muro como o João Sem Medo e não perder tempo com regras. Nunca se pode deixar uma ideia morrer, e ficar sem assunto é deixar as ideias fechadas num abismo e as possibilidades por descobrir.

 

É preciso falar e falar, cada vez mais, sem grande calculismo do que se está a dizer, sem pruridos com o que o outro diz e pensa. Ouvir e construir uma conversa sempre nova, sem necessidade de passar a vida a questionar, sem sugerir, sem pedir licença para atropelar, sem bocejar e fazer bocejar de tédio.

 

E que, entretanto, se beba. Beba-se muito. Porque, como diz o Esganarelo no D. Juan: "Diga o que diga Aristóteles e toda a sua filosofia, não há nada que se compare ao rapé. É a paixão dos nobres. Não exagero: quem não ama o rapé não é digno da vida".

publicado por jorge c. às 00:58
link do post | comentar

Autores

Pesquisar

Últimos posts

Contra nós temos os dias

Do desprezo pela história...

É urgente grandolar o cor...

Metafísica do Metro

A Revolução da Esperança

Autores do Condomínio

Hipocondria dos afectos

A família ama Duvall

Notícias do apocalipse

Meia idade comparado com ...

Arquivo

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

Subscrever