Quarta-feira, 2 de Abril de 2008

Fazer as contas

O Alexandre Borges coloca aqui uma pergunta interessante:

 

"Se em 2002 um barril de petróleo custava 70 dólares, que correspondiam grosso modo a 77 euros e hoje o barril custa 105 dólares que correspondem a 66 euros, como é que se pode dizer que o petróleo subiu de preço?"

Tenho três simples respostas para o Alexandre:

 

a) vivendo nos EUA;

 

b) "Em 2000, o salário médio anual real em Portugal correspondia a 43,5% do salário médio anual real da Zona do Euro, ou seja, menos 0,5 pontos percentuais (-0,7%), enquanto em 2006 já correspondia a 40,9%, ou seja, tinha diminuído em 2,6 pontos percentuais (menos 6%)" -resumindo: o nosso dinheiro vale menos hoje do valia há uns anos.

(A citação é de Eugénio Rosa, economista.)

 

c) terceiro dado: o valor dos combustíveis é maior em Portugal que no resto da zona Euro. Então porquê?, pergunta o Alexandre, indignado, e olhando para os números que dizem que um barril de petróleo é x.

Porque o barril de petróleo vale x, na sua venda x+y, no seu tratamento em refinaria x+y+z e com os impostos que acrescem x+y+z+w, sendo que tudo isto varia de país para país (e de refinaria para refinaria).

 

Isto é: o valor do preço do barril do petróleo é uma coisa, o valor a que está à venda "nas melhores lojas perto de si" é outra.

 

(Por exemplo: compara os lucros da Galp em 2000, 2002, 2006 e 2008 e vais descobrir que aumentaram bem mais que a inflação. O meu salário, note-se, baixou mais que a inflação. Mas isso sou eu, que sou mandrião.)

 

E agora é fazer as contas.

publicado por João Bonifácio às 01:17
link do post | comentar
10 comentários:
De Ana Cristina Leonardo a 2 de Abril de 2008 às 11:38
isto só prova que entre a economia e a matemática há todo um mundo por explorar
De RAFAELA_QUEIROZ_GALVÂO a 20 de Maio de 2008 às 04:02

Parabéns pelas Informações, criação e desenvolvimento do Site!!!!
De dani a 2 de Abril de 2008 às 11:42
a proposição b é estranha. isso será válido para uma comparação espacial mas não é válido para uma comparação temporal! então imagine-se que o salário real (repito: real) aumenta de 1000 para 1500 euros em Portugal e que na Europa (em média) o salário real aumenta de cerca de 2300 euros para 3667 euros. Verifica-se que o salário português em comparação com o europeu vale menos, mas o dinheiro que ganho hoje é mais (em termos reais) do que o dinheiro que ganhava ontem: ou seja, vale mesmo mais.
De João Bonifácio a 2 de Abril de 2008 às 17:43
Se o Dani ganha mais não sei. Mas o poder de compra de um salário médio é menor, face a inflação e aumento das taxas de juro - em particular num país em que a classe média está enterrada em empréstimos.
Mas façamos um exercício, já que o fosso entre "ricos" e "pobres" aumentou: retire os vencimentos dos "muito muito ricos" e dos "muito muito pobres" e façamos uma nova média: o salário médio baixa. Depois façamos as contas ao que esse salário lhe permite adquirir em Portugal: o salário médio real baixa.
De dani a 2 de Abril de 2008 às 18:16
Eu não vou ganhando mais mas não é isso que se discute. Que o poder de compra seja menor também acredito, embora não fundamente a afirmação com números. O que eu coloco em causa é a proposição b. A proposição b, tal como está, é uma falácia conforme demonstro no meu exemplo - a comparação entre países não permite fazer qualquer inferência sobre a evolução do salário real em Portugal (nesse exemplo, as percentagens em relação à proposição b verificam-se e no entanto a evolução do salário é positiva). Aliás, no meu exemplo, sublinho a palavra real. Real quer significar qual é o valor do dinheiro hoje comparando com ontem, descontando os efeitos da inflação e afins. Ou seja, real quer dizer que se pode comparar o salário de hoje com o de ontem, enquanto nominal quer dizer que a comparação não é directa pois estão em causa várias relações. Se um salário real aumenta, quer dizer que hoje se podem comprar mais coisas do que ontem, independentemente de tudo. Tão simples quanto isso.
De Pedro a 2 de Abril de 2008 às 16:46
O barril de petróleo nao custava 70 dólares em 2002... custava 25. Uma pequenina diferença... Agora reescreva o post à luz desta informação e tente arranjar uma nova charada para nós resolvermos.
De João Bonifácio a 2 de Abril de 2008 às 17:38
Pedro, não sei se reparou mas a informação não é minha e está devidamente assinalada. Eu apenas introduzi três notas para mostrar que havia uma leitura - digamos - simplista de quem estava a dizer que o petróleo (e por consequência os combustíveis, já que 99% da população mundial não consome petróleo bruto mas sim combustíveis) não tinha aumentado.
Se o preço em 2002 era ainda mais baixo, só dá ainda mais razão: o preço dos combustíveis aumentou mesmo.
Fim de charada.
De Alexandre Borges a 2 de Abril de 2008 às 18:44
Por acaso, a informação não está muito bem assinalada, João, a menos que sigamos o link. Não fui eu quem colocou aquela pergunta, mas um suplemento a que, como é óbvio, não dou extraordinária credibilidade no texto. Mas cito-o para pôr legitimamente a dúvida no 31 e há, na caixa de comentários, info e links dos leitores que sustentam, sensivelmente, a questão. Enfim, como percebo tanto de Economia como de genética, só queria que alguém esclarecesse a questão como se tivesse 5 anos. Nada mais. abraço.
De isa a 4 de Abril de 2008 às 16:54
qd o barril de petróleo chegou aos 100$/barril houve um senhor na SIC que explicou mt bem esta história. infelizmente, entrou e saiu...
De isa a 4 de Abril de 2008 às 16:54
o que quis dizer é que n me lembro mas na altura pareceu me mt lógico :-S

Comentar post

Autores

Pesquisar

Últimos posts

Contra nós temos os dias

Do desprezo pela história...

É urgente grandolar o cor...

Metafísica do Metro

A Revolução da Esperança

Autores do Condomínio

Hipocondria dos afectos

A família ama Duvall

Notícias do apocalipse

Meia idade comparado com ...

Arquivo

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

Subscrever