Terça-feira, 15 de Novembro de 2011

Eu, luxo? Deus me livre

Estava o George Best, fantástico jogador de futebol, numa suite, no melhor hotel do Mónaco, acompanhado de duas moçoilas recentemente vencedoras dum concurso mundial de beleza e acaba o champagne. O bom do George telefona para o serviço de quartos e pede mais Dom Perignon. Chegam as garrafas, e o empregado reconhece o jogador dos seus tempos de infância em Belfast. Olha para os destroços duma noite, digamos, tempestuosa, as raparigas nuas, o Best meio bêbado e sai-se com esta: “Ó meu querido amigo, quando é que a tua vida  começou a correr mal?” Conta o George Best nas suas memórias que andou a matutar naquilo uma série de dias. “Então, estava eu num sítio magnífico, com duas beldades na cama a comer e a beber do bom e do melhor, e o tipo que me veio trazer mais bebidas, que ganhava num ano o mesmo que eu num dia diz-me que a minha vida estava a correr mal?”

Pois é, isto do luxo, bons hotéis, excelentes restaurantes, vinho de primeira, carros caríssimos, iates, é tudo uma grande porcaria. Não há ninguém que goste dessas coisas péssimas. Os ricos detestam. Passam horrores por serem obrigados a viver com elas. Basta ler uma entrevista numa dessas revistas que ninguém compra mas que se vendem como pãezinhos quentes para podermos constatar isso: “Odeioooo o luxo. Caviar? Não, detesto isso. Gosto mesmo é de castanhas piladas”. Carros? Pois, tenho este Ferrari, mas do que eu gostava mesmo era do meu Diane a cair de podre. Ai o que eu gostava da minha tenda e dos meus fins de semana na praia de Pedrouços, agora tenho de navegar nesta porcaria de iate e passar férias em hotéis de cinco estrelas em praias paradisíacas. Ai que saudades da minha barraca na Pedreira dos Húngaros.”

Os pobres então é que nem lhes falem de luxo: “Eu? Luxo? Uns desgraçados esses gajos. Sempre cheios de problemas. Ele é divórcios, ele é filhos a ter acidentes com bólides, com brutais dificuldades para decidirem se hão-de ir fazer sky a Gstaad ou jantar no melhor restaurante de Nova York. E depois a maçada que deve ser tratar daquelas casas todas, dos barcos, das jóias. Organizar festas. Ui, Deus me livre”.

Luxo? Os tipos que editam revistas sobre luxo que me perdoem, mas o que lhes terá passado pela cabeça para dedicarem papel e mais papel a uma coisa que toda a gente odeia? Apresentem-me uma pessoa que diga gostar de luxo e eu, que claro está também detesto, faço o sacrifício de morar num duplex de 600 m2 em Manhattan, andar de Rolls Royce com chaffeur e de comer trufas ao pequeno-almoço. 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Pedro Marques Lopes às 00:11
link do post | comentar
2 comentários:
De Anónimo a 15 de Novembro de 2011 às 01:50
E prontos!!! Esqueceram-se todos dos Likes-Likes. Eu cá não queria nada disto antes de : ter uma saúde de ferro e um IQ Muito Bom num corpinho bem feito. Uma família do melhor e os meus amigos sempre bem e por perto. Uma casa confortável e segura, espaçosa e com um jardinzinho e uma garagem com um carro recente e de uma marca fiável. Tempo para os hobbys de eleição e um trabalho bem amado e outro tanto recompensado, em suficiente para algumas alegrias. Tudo em perfeita companhia. Ora, ora... hoteis, ferraris, caviares, joias e peles... sem os Must-Have referidos, isso sim, seriam até deprimentes!!! But that's ME.
De Ativo a 15 de Novembro de 2011 às 12:01
O problema não é o luxo, é o esbanjar de forma masturbática ao ponto em que já não se sabe os limites no sensato e do supérfluo Aí não são luxos é mesmo lixar uma sociedade.

Comentar post

Autores

Pesquisar

Últimos posts

Contra nós temos os dias

Do desprezo pela história...

É urgente grandolar o cor...

Metafísica do Metro

A Revolução da Esperança

Autores do Condomínio

Hipocondria dos afectos

A família ama Duvall

Notícias do apocalipse

Meia idade comparado com ...

Arquivo

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

Subscrever