Quarta-feira, 5 de Outubro de 2011

Como explicar a alguém ou a si próprio a troca de um iPhone 4 pelo novo 4S

 

 

Sem grandes demoras, porque o problema é sério e requer medidas urgentes, vamos desde já ao que interessa. Há um novo iPhone no mercado. Obviamente, você quer ter um. Precisa por isso de um bom argumentário para justificar aos outros e a si mesmo a troca do iPhone 4 pelo novo 4S. Vou tentar ajudá-lo.

 

Primeiro que tudo, falemos dos argumentos a evitar.

 

1. O design.

 

Evite dizer que a apple o conquistou pela forma. Até um cego vê que o 4S e o iPhone 4 são praticamente iguais (e você é proprietário do segundo). Não vai parecer mais inteligente ou justificar a sua compra porque se apercebeu de diferenças nos ângulos e nas arestas do objecto. Qualquer tentativa de justificar a compra do 4S através do design será motivo de chacota pela certa, tanto de leigos como de designers.

 

2. As componentes de hardware.

 

Vamos aos factos: você não percebe puto de hardware. Se é verdade que, nesse aspecto, é acompanhado pela esmagadora maioria da população, não é menos certo que as novidades do 4S no que concerne o hardware não lhe permitem fazer nada que já não fizesse. Enumeremos as suas actividades diárias no iPhone 4, por ordem de importância: ver mails, enviar SMS, ir ao facebook, tirar fotos, jogar Angry Birds, publicar fotos, comentar fotos, gravar vídeos sem interesse, consultar a temperatura do ar, jogar Zynga Poker, ir ao maps sem um objectivo concreto, instalar apps porque sim, e finalmente telefonar a alguém. Caso não saiba, tudo isto já era mais ou menos possível no velhinho iPhone 3G. Assim sendo, evite falar do novo processador A5 ou da nova câmara de 8 megapixeis. Se tiver mesmo que o fazer, assegure que não há nenhum entendido a ouvir. Antecipe o rumo natural da conversa, que é ter de se justificar, e crie pequenas manobras de diversão como explicar a origem do nome Dual Core, quantas pessoas assistiram ao keynote, ou o nome dos fornecedores das lentes ou dos ecrãs utilizados pela Apple. Se algum espertalhão falar nos suicídios em série na Foxconn, a empresa que fabrica todos os produtos da Apple, trate isso com o mesmo cepticismo com que reagiu da primeira e única vez que viu o Zeitgeist no Youtube. É que francamente. Não há pachorra para estas teorias da conspiração.

 

3. A autonomia da bateria

 

Pelo amor da santa: não seja tenrinho. A Apple teve a fina ironia de anunciar que a bateria do novo 4S dura mais 1 hora em conversação do que a versão anterior (ATIREM OS FOGUETES!), e menos 100, repito, menos 100 horas do que o iPhone 4 em modo de stand-by (ESQUEÇAM OS FOGUETES). Portanto, se já é falso que o iPhone 4 dura 7 horas em conversação e 300 horas em stand-by, o panorama não parece muito auspicioso para o novo 4S. Enfim, se o tema tiver mesmo que vir à baila, reaja com aquele misto de serenidade e resignação que caracteriza qualquer utilizador de iPhone – sempre que alguém fala no raio da bateria.

 

4. “É o melhor iPhone até hoje”

 

Aqui já estamos a entrar no domínio do patético. Se você justificar a compra do novo 4S com frases proferidas por Tim Cook no keynote, então é um fanboy sem salvação. Não tarda nada estará a dizer algo como “o que está no interior é que conta” e a ser muito justamente gozado por toda a gente.

  

 

E agora os argumentos a favor de uma troca imediata do iPhone 4 pelo 4S. Não são muitos, mas são de boa vontade.

 

1. O interface de voz

 

Chama-se Siri, é um novo interface de voz, e pode muito bem vir a revolucionar o modo como você se relaciona com o seu iPhone. Viu o que eu fiz? Acabei de o colocar na vanguarda da tecnologia, a si e ao seu novo smartphone. Fazer parte do futuro é um argumento válido na medida em que você for capaz de lhe dar algum substrato funcional, no caso, identificar meia dúzia de coisas que pode passar a fazer de forma mais espectacular (vulgo funcional) com este interface de voz. O vídeo que aparece no início do post é bastante útil nesse sentido: pode perguntar o que quiser e o Siri responde. A malta jovem vai dizer que é brutal. Você vai dizer que lhe daria um jeitaço poder fazer aquelas coisas sem mexer no keypad. Se alguém vier com a lenga-lenga (bastante legítima) de que estas coisas nem sempre funcionam bem e são difíceis de configurar, devolva a crítica com uma ou duas notícias acerca de testes muitos positivos efectuados por alguns dos bloggers que já têm um 4S nas mãos. Ah, mais uma coisa: o Siri só está disponível no 4S. Isto vai desarmar qualquer um.

 

2. Notification center

 

Esta é de caras uma das coisas mais interessantes que a Apple apresenta no iOS 5, o novo sistema operativo. É um gestor/visualizador de algumas das funções prioritárias do seu smartphone que, acredite, vai mesmo dar muito jeito. Como é que eu já sei isto? Simples. Havia uma aplicação praticamente igual no Cydia, aquele repositório para a malta que fez jailbreak ao seu iPhone. Se quiser dar um cunho mais ético-filosófico ao seu argumento, detenha-se neste ponto e fale de como o novo notification center é, no fundo, a Apple a reconhecer o contributo da comunidade jailbreak – e de como isso é bonito nestes tempos conturbados que vivemos.

 

3. A iCloud

 

Você até já tinha ouvido falar desta história da cloud mas ainda não sabia o que era. Agora já sabe: é uma das coisas que o novo iPhone faz. Não que precise de saber mais, mas cá vai: a iCloud sincroniza os seus contactos, músicas, aplicações, fotos e muitas outras coisas entre dispositivos, ou seja, todo o conteúdo que lhe pertence encontra-se armazenado, protegido e prontamente acessível em qualquer um dos seus iPhones ou iPads. Imagine que deixou o seu novo 4S na sala e está no quarto a brincar com o iPad. Tudo o que tiver sincronizado com a nuvem a partir do seu iPhone estará igualmente disponível no seu iPad. É um mundo de possibilidades que se abre aqui, ao mesmo tempo que se resolvem questões de segurança e capacidade de armazenamento de dados – pelo menos é isso que dirá a toda a gente.

 

4. iOS 5

 

O novo sistema operativo da Apple apresenta 200 novas funcionalidades. Porque é que você vai trocar o iPhone 4 pelo 4S? Com 200 novas funcionalidades, só não vê quem não quer. Mas não se deixe galvanizar demasiado pelas duas centenas de novas razões para trocar de telefone: é que, no dia 12 de Outubro, o iPhone 4 também poderá fazer o upgrade para iOS 5, e toda a gente acabará por ser informada disso via iTunes. Nesta altura, porém, vai poder exercer a sua nova forma de superioridade A5 Dual Core com câmara de 8 megapixels e dizer coisas como a) “pois, este é mais rápido a fazer isso”, b) “sempre fui early adopter de produtos apple”, c) “bem, as fotos são mesmo super nítidas” ou d) “a sério? estranho, aqui funciona bem”. Você rejubila e a Apple agradece.

 

Texto publicado igualmente no Contentissimo, blog de tecnologices do autor.

tags:
publicado por Vasco Mendonça às 01:46
link do post | comentar

Autores

Pesquisar

Últimos posts

Contra nós temos os dias

Do desprezo pela história...

É urgente grandolar o cor...

Metafísica do Metro

A Revolução da Esperança

Autores do Condomínio

Hipocondria dos afectos

A família ama Duvall

Notícias do apocalipse

Meia idade comparado com ...

Arquivo

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

Subscrever