Sexta-feira, 23 de Setembro de 2011

Tu Vê Lá Não Te Fiques

Coloquemos a situação desta forma terrena: há cada vez mais gente a aproveitar a onda da crise para fazer cortes. Empresas de generoso orçamento ficaram subitamente aflitas porque dá jeito que assim seja. Ah e tal, a crise obriga-nos a fazer cortes. Dá vontade de perguntar: e esses cortes não compreendem o despedimento imediato e compulsivo de Vossa Excelência?  Mas um tipo cala-se que é por causa das tosses.

 

Não era disso que vinha falar aqui ao Sinusite. Vinha para deixar um lembrete: "É preciso fazer". Para mim próprio, claro - porque moralista só o sou com os amigos. É preciso fazer, sim. Que é como quem diz: é preciso não sucumbir ao discurso da crise. É preciso - diz que sim - deixar de olhar tanto para cima, para "os poderes". E agir. Criar coisas. Projectos, ideias, lojas, negócios (existem os que só nestes instantes encontram a sua oportunidade),  comunidades, delírios.

 

Acredito - por mais cliché que o discurso possa parecer - que as alturas de crise são das melhores para fazer. Para arregaçar as mangas e fazer. Nas áreas em que cada um se dá melhor: sejam elas a carpintaria, o sapateado ou a poesia.  Dizem que não há guito, que há muita nuvem no céu, que isto ainda vai ser pior mas, como dizia o outro (que é quem como quem diz o Fernando Assis Pacheco), "um homem tem que viver/ E tu vê lá não te fiques". Tem toda a razão o Assis nesse "Cuidar dos Vivos", livro de 1963 e hoje cada vez mais premente. Não, não te fiques. Um homem, escreveu ele, tem que viver com um pé na Primavera. Por isso dá-lhe.  Com o melhor de ti.  Só assim podes "um dia com uma saudade burra/ dizer adeus a tudo isto".

publicado por Nuno Costa Santos às 21:37
link do post | comentar
1 comentário:
De Ativo a 26 de Setembro de 2011 às 16:11
A crise é melhor altura para criar negócios, porque as pessoas empenham-se de outra forma e dedicam-se para as coisas andarem para frente. O que não acontece quando tudo está bem.

Sou a favor de arregaçar as mangas e andar em frente.

Comentar post

Autores

Pesquisar

Últimos posts

Contra nós temos os dias

Do desprezo pela história...

É urgente grandolar o cor...

Metafísica do Metro

A Revolução da Esperança

Autores do Condomínio

Hipocondria dos afectos

A família ama Duvall

Notícias do apocalipse

Meia idade comparado com ...

Arquivo

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

Subscrever